Largar o cigarro é uma das coisas mais complicadas. Por isso, separamos 5 dicas para te ajudar a encarar a abstinência e parar, de uma vez, de fumar.

Você fuma? Então pare enquanto há tempo. Pode parecer conselho extremista de médicos e familiares, mas não é. O cigarro é o maior causador de mortes evitáveis. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabaco mata mais de 5 milhões anualmente, sendo responsável por quase metade dos óbitos do mundo.

Como se não bastassem os danos causados aos pulmões, fumar também compromete (e muito) a saúde do coração. O cigarro eleva a pressão arterial e a frequência cardíaca, que sobe até 30% durante as tragadas.

Ainda, interfere no mecanismo de contração e relaxamento cardíaco (o que atrapalha a circulação sanguínea), favorece a formação de placas de gordura nos vasos (quando as veias ficam entupidas, há mais propensão para o infarto) e, quando associado a pílulas anticoncepcionais, pode causar trombose.

Mas sabemos que parar não é fácil. A nicotina está na lista das substâncias químicas que mais viciam. Por isso, separamos 5 dicas para te ajudar a dar o passo mais importante para a sua saúde: largar o cigarro.

  • Marque um dia para parar de fumar. Agendar uma data para largar o cigarro ajuda a te preparar emocionalmente. Tire esse dia para se concentrar totalmente na tarefa de controlar a abstinência;
  • Evite ingerir bebidas alcóolicas. Geralmente, os tabagistas sentem vontade de fumar ao ingerir álcool. Se for necessário, evite ir a bares ou procure passear em lugares onde é proibido fumar;
  • Nos momentos de fissura, beba bastante água. Deixe garrafas espalhadas pela casa e no serviço. Além de hidratar, ela ajuda a controlar a abstinência;
  • Muitos fumantes têm medo de largar o vício porque acreditam que podem engordar – uma vez que vão descarregar a ansiedade em alimentos. Para evitar que isso aconteça, deixe sempre ao alcance alimentos de baixa calorias, como pepino, cenoura, picles;
  • Para os fumantes, existem momentos em que o cigarro é indispensável, e geralmente esse momento é depois das refeições. Para se controlar, tente buscar outras distrações ou hábitos para essa hora. Escovar os dentes imediatamente depois de comer pode ser uma boa saída.

Fonte: http://coracaoalerta.com.br