Homens e mulheres podem vivenciar a crise de meia-idade, mas vivenciam a crise de forma diferente. Os homens focam diretamente sobre suas realizações, e seu desejo de provar o sucesso aos outros ao redor, enquanto as mulheres tendem a se fixar em sua aparência física, atração sexual, e o que elas podem fazer uma vez que seus deveres parentais terminaram.

 

As pessoas que passam suas vidas dedicadas ao cumprimento de suas aspirações e objetivos são menos propensas a ter uma crise de meia-idade; envelhecer é mais fácil para as mesmas. Outros seguem pela vida no piloto automático, e subitamente percebem que estão envelhecendo, o tempo passou, e que não conseguiram muito.

Isto pode as deixar com uma sensação de mal-estar e arrependimentos, muitas vezes acompanhada por uma crise de meia-idade. A crise pode assumir muitas formas, desde leve à perigosa, e pode impactar a saúde, bem-estar, e finanças. Os adultos podem sobreviver à crise de meia-idade por reconhecer os sintomas e abordá-los conforme ocorrem.

Dicas e Estratégias

Reconhecer a crise

Reconhecendo as mudanças acontecendo pode ser fator a ajudar a encontrar uma maneira de passar pela crise.

Pensar antes de fazer quaisquer mudanças radicais

Antes de sair do emprego, comprar um carro caro, ou deixar o parceiro, conversar com membros familiares e amigos. Às vezes, ter uma opinião de fora pode oferecer uma perspectiva útil.

Obter ajuda profissional

Isto pode incluir diferentes tipos de terapia, medicina e tratamentos holísticos.

As crises de meia-idade não são inerentemente uma coisa ruim

Usar os novos pensamentos e idéias de uma maneira positiva. Com consideração cuidadosa e preparação, as atitudes podem melhorar com a mudança, diminuindo os efeitos da crise.

Se mover para fora da própria zona de conforto

Tentar uma nova atividade, aumentar a base de conhecimento, e viajar pode também ajudar a sair da própria zona de conforto.

Se voluntariar mais

Se voluntariar para ajudar os outros pode oferecer uma nova perspectiva aos problemas causados por uma crise de meia-idade. Trabalhar com os sem-abrigo ou vítimas de violência doméstica, por exemplo, pode ajudar a oferecer um contexto durante a crise.

Conversar sobre a crise com as pessoas queridas

Às vezes, simplesmente ter um ouvido compassivo pode fazer toda a diferença. Ter discussões francas com as pessoas queridas ajuda a aliviar a dor da crise de meia-idade.

Criar novos objetivos

Se o plano atual para envelhecer e aposentadoria perdeu seu brilho, mudar o plano pode ajudar. Reconsiderar onde viver durante a aposentadoria, ou se continua trabalhando para o mesmo empregador.

Tomar passos em direção às mudanças positivas pode trazer nova energia em um casamento e carreira. Fazer uma lista de tudo a realizar no próximo ano, nos próximos 5 anos, e nos próximos 20 anos. Conversar com o parceiro ou pessoas queridas sobre os novos objetivos pessoais, e como eles podem ser alcançados.

Exercitar-se e comer alimentos saudáveis

Incorporar o exercício, ioga ou meditação na rotina diária pode ajudar as pessoas sofrendo com a crise de meia-idade a ganhar perspectiva. Comer super alimentos orgânicos e tomar suplementos para um impulso de energia muito necessário.


Also published on Medium.