Partindo dos conceitos de montagem e de permeabilidade entre gêneros musicais, curso ministrado por Sergio Molina no Centro Universitário Maria Antonia a partir da segunda-feira, 9 de maio, promete ser uma viagem sensorial e intelectual pelo mundo do disco e, especialmente, da composição musical na atualidade.

Doutor em Música pela USP e professor de Composição, Molina no curso analisa canções e discos em que o foco composicional se amplia para além da relação entre letra e melodia. Para tanto, aborda a criação de diversas formas de construção de sonoridades e investiga a nova fase na composição de canções populares que se estende dos anos 1960 até os dias atuais.

A pedra de toque do curso, e onde tudo se inicia, é o emblemático álbum Sgt Pepper’s, dos Beatles, que revolucionou não só o rock como ainda lançou influências sobre o design gráfico e a poesia. Mas se começa no rock inglês, Sergio vai além ao viajar nos braços de Sting e Milton Nascimento, Caetano e Björk, criando um caleidoscópio do que significa música para o habitante do século 21.

Programação

9 de maio
Estudando a matriz: Sgt. Pepper’s (anos 1960)

16 de maio
A canção como gênero complexo: montagens em Milton Nascimento e Sting (anos 1970 e 80)

23 de maio
Análise de Circuladô, de Caetano Veloso (anos 1990)

30 de maio
A canção no século XXI: sonoridades em Björk e outras vias

Serviço

  • Curso ‘Canção na era do vinil: a construção de sonoridades e a montagem dos álbuns’, por Sergio Molina
  • Onde: Centro Universitário Maria Antonia – R Maria Antonia, 258/294 – São Paulo
  • Quanto: R$200 (descontos de 20% para estudantes e professores, 40% para terceira idade)
  • Quando: de 9 a 30 de maio
  • Informações: 11 3123 5213 / 5214 ou cursosma@usp.br