Embora seja frequente a realização de estudos e pesquisas na área, a ciência ainda está longe de conhecer toda a capacidade do cérebro. Por ser um órgão ainda misterioso, é inevitável que surjam dúvidas e especulações.

Por isso, preparamos uma lista com quatro mitos e verdades sobre o cérebro. Confira:

O cérebro é cinza: MITO Você já deve ter ouvido falar em “massa cinzenta”, certo? Se você pudesse observar o órgão em pleno funcionamento, você iria se deparar com uma massa de coloração esbranquiçada, bem clara e brilhante, por conta dos fluidos e ao material gorduroso que envolve o cérebro.

Usamos 10% do cérebro: MITO Especialistas dizem que o “mito dos 10%” surgiu entre os defensores da paranormalidade. Para eles, utilizar 100% é exclusividade de quem levita ou lê mentes, enquanto atividades do dia a dia limitam o resto das pessoas a apenas um décimo da “força do pensamento”. Quantos por cento então? Atribuir um percentual é muito arriscado, pois os cientistas teriam que saber quanto equivale os 100%. E a ciência ainda não chegou neste nível. Mas, existem algumas alternativas de estimular o cérebro e aumentar sua capacidade, como a ginástica cerebral, por exemplo. A capacidade de re-mapeamento das conexões das células nervosas (neuro-plasticidade) permite com que o cérebro seja estimulado e esteja em constante aprendizado.

Utilizamos o cérebro 24h por dia: VERDADE Nem mesmo nas suas noites mais tranquilas de sono o seu cérebro para de funcionar. O sono é dividido em quatro fases distintas e, ao longo de cada uma delas, o cérebro varia seu grau de funcionamento. E é justamente durante o sono que o cérebro acessa, organiza e consolida a memória.

Jejum pode afetar desempenho escolar: VERDADE Começar o dia com um cardápio balanceado garante energia necessária para o dia e é fundamental para a atenção e a aprendizagem. O hormônio cortisol, ligado ao aumento do estímulo e ao estresse, está em um nível alto durante a manhã. Se você não se alimenta de forma adequada, haverá um déficit na quantidade de energia e, consequentemente, um aumento do cortisol no sangue, visando suprir essa necessidade. O problema é que o seu nível de estresse vai subir também.

Ginástica cerebral para melhorar o desempenho

Estimular o cérebro com frequência é uma excelente maneira para manter a mente ativa e potencializar as habilidades cognitivas. Alimente o seu cérebro com atividades desafiadoras e diferentes. O uso das funções cerebrais, como a memória, atenção, concentração, raciocínio lógico ou criatividade favorece o surgimento de novas sinapses, além da potencialização das vias já existentes. Pratique essa ideia, faça ginástica cerebral.

Isabella Rabelo / isabella.comunicacao@metodosupera.com.br