Sou muito ligado em música e o tempo todo estou com o fone de ouvido: andando, correndo, trabalhando.  Quando perco o foco ou fico ansioso, sempre recorro a música para tentar buscar paz, inspiração ou então  para evitar ambientes barulhentos. Quando tenho que executar alguma tarefa chata, também busco uma boa trilha para me animar.

A mente humana, no entanto,  tende a divagar. E, conforme estudos já mostraram, uma mente dispersa costuma causar uma sensação de infelicidade. Basicamente, é aquele sentimento de que “você deveria estar em outro lugar fazendo outra coisa“.

A música pode ajudar a controlar esses impulsos e pode ajudar a manter o foco em uma tarefa objetiva que precisa ser cumprida.

Um estudo realizado pela Dra. Teresa Lesiuk fez um teste com funcionários da área de TI. Um dos grupos de trabalhadores fez tarefas sem ouvir música, enquanto outro realizou as tarefas com auxílio de música. O estudo concluiu que aqueles que ouviram música não só completaram as tarefas mais rápido, como tiveram saídas criativas melhores. Segundo a Dra. Lesiuk, isso ocorreu porque houve uma melhora no humor daqueles que ouviram música. E, com a mente mais arejada e bem humorada, as decisões tomadas foram melhores do que a mente dos funcionários que não foram estimulados positivamente com música.

É obvio que escolhemos as músicas de acordo com nosso estado de espírito e como estamos nos sentindo no momento, respeitando também o nosso gosto pessoal. Abaixo duas dicas de trilhas sonoras para concentração.

 

 

 


Also published on Medium.