Essa pergunta esteve presente em alguns eventos da “Virada da Maturidade” que estão ocorrendo essa semana (14 a 18 de setembro), com inúmeras atividades na cidade de São Paulo.

A resposta mais comum é aquela associada a faixa etária, ou seja, pessoas acima de 60 anos são consideradas idosas aqui no Brasil.

Mas há tantas pessoas diferentes que chegam aos mesmos 60 anos com histórias e perspectivas de futuro tão diversas , que a idade cronológica não pode ser o único critério. Podemos criar outros e, em um país que está envelhecendo rapidamente, essa reflexão é fundamental.

Podemos citar aqui alguns critérios para pensarmos:

  • saúde / vitalidade
  • vontade de socializar
  • desejo de aprender coisas novas
  • ter planos para o futuro

Eu conheço jovens “velhos” que não têm disposição para nada e idosos “jovens” com energia , brilho nos olhos e muitos planos.

Claro que, o corpo não é o mesmo ao longo do tempo, e pode haver limitações, mas com disposição, bom humor, vontade, parte das dificuldades pode ser superada.