A Melhor Idade já invadiu o Facebook, o WhatsApp e quermais, aponta a pesquisa nacional OS 60+ E A INTERNET da SeniorLab e Segmento.

43103_01_report-active-seniors-enjoying-internet-especially-pcsAo contrário do que se imaginava, os seniores estão atentos e alinhados com a evolução tecnológica, cultural e comportamental. Quem acompanha os novos sessentões, setentões e até oitentões sabe muito bem que a invasão no mundo da tecnologia é apenas o começo.
O fato é que o mercado ainda está decodificando este novo comportamento onde poucas marcas e produtos estão preparadas para satisfazer adequadamente este consumidor, avalia Martin Henkel Sócio da SeniorLab Inteligência em Mercado Sênior.

A pesquisa OS 60+ E A INTERNET foi realizada em todo o país e identificou comportamentos surpreendentes desta população que passou a ter contato com o mundo virtual nos últimos anos. O objetivo foi conhecer as motivações de uso, as vantagens percebidas, os medos, os hábitos de compra pela internet e suas atitudes frente as novas tecnologias.

Os resultados da pesquisa apontam caminhos para melhorar a relação com quem já utiliza a internet como canal de compras e aponta oportunidades de melhoria. Aos que ainda estão se encorajando para a experiência do e-commerce, pequenos ajustes de posicionamento e comunicação serão o empurrão que faltava.

Encontramos uma fatia que ainda não realizou sua primeira compra, mas está ansiosa para experimentar, afirma Alessandro Jacoby, sócio da SeniorLab.

Para se ter uma ideia do que está acontecendo, hoje o Facebook tem 3,9 milhões de contas de pessoas com 60 anos ou mais. Isto equivale a 15,3% da população idosa do país que é de 25,4 milhões de pessoas. Na análise do material foram encontradas algumas respostas para este crescimento onde a declaração “A Internet me aproxima das pessoas” feita pela dona Sônia, uma paranaense de 72 anos, mostra como a Terceira Idade encontrou utilidade para a internet.

Do total pesquisado 71,0% são aposentados e também há uma parcela que continua na ativa. No conjunto, os que ainda trabalham representam 39,9% e tem como principal motivação, aumentar a renda. O ingresso do público sênior tem aumentando nos últimos anos e especialmente em 2015 onde se identificou um crescimento de 11,8%, praticamente o dobro da média anual de 2010 a 2014, que foi de 6,5%.

O boom da conexão sênior está acontecendo e é agora, destaca Ramiro Freire, diretor da Segmentos Pesquisas parceira da SeniorLab nesta pesquisa.

PC ou notebook?

Nada disso. As estrelas são os smartphones e tablets que conquistaram os corações e dedos dos sêniores. Uma clara sinalização de que as operadoras de celular têm um novo nicho para expansão das suas bases. A frequência que acessam a internet não deixa por menos a dever às gerações XYZ.

Screen-Shot-2013-02-26-at-9.15.41-AM-600x394Identificamos que 83% dos perfis 60+ acessam a internet todo o dia. Isto mesmo! Todo o dia e tempo médio que ficam na internet é de 57 minutos ao dia, um tempo moderado em relação a média brasileira que é de 210 minutos ao dia. Isto mostra que a comunicação com ele pelo canal internet tem que ser clara e objetiva, pondera Martin Henkel.

Os mistérios e caminhos da internet ficam extremamente facilitados com as ferramentas de busca onde o Google tem 77,5% das preferências sendo um dos principais responsáveis por ampliar este universo mais próximo. 8,5% ainda pedem ajuda para alguém e digitam a url desejada no browse.

Para este público o WhatsApp é uma rede social, quase como o Facebook. Nele ficam sabendo do que está acontecendo nas suas famílias e círculos de amizade como se fosse uma reunião de família.

 Dos portadores de smartphone, 89,1% têm o WhatsApp instalado e fazem uso diariamente.

 A SeniorLab Inteligência em Mercado 60+ se dedica ao entendimento, pesquisa e estudo do comportamento da Terceira Idade sob a visão de consumo de produtos, serviços e marcas. Os números justificam esta atenção pois representam 13% da população respondendo por 20% do consumo de produtos e serviços no País com uma renda em 2015 de R$ 634 bilhões. Vivem mais, vivem melhor, querem ser atendidos adequadamente sem serem fragilizados e subestimados.Bem-vindos ao mundo do novo consumidor 60+!

Martin Henkel – Senior Lab