Você se preocupa com a segurança de suas informações quando está usando tecnologia e a internet? Saiba que essa preocupação é comum entre todos os usuários, principalmente os mais idosos.

76% dos brasileiros com mais de 50 anos estão no Facebook e 78% possuem Smartphones. E a AVG Techonologies, uma empresa de segurança, descobriu que essas pessoas se sentem menosprezadas pelas empresas de tecnologias, pois tratam como se fossem “analfabetos digitais”.

Uma pesquisa ouviu quase 6.000 pessoas com mais de 50 anos sobre seus hábitos tecnológicos e opiniões sobre as novas tendências desse mercado. A pesquisa foi feita em diversos países, dentre eles o Brasil.

As empresas focam nos jovens, mas devem ter atenção com os mais velhos.
Os usuários mais velhos estão com um poder de consumo maior, usando de modo cada vez mais frequente os dispositivos móveis e aplicativos. Focar, apenas, nos jovens não é inteligente, uma vez que eles não constituem o único grupo interessado em novidades. Por isso, “empresas de tecnologia devem pensar bem antes de isolar os clientes mais velhos,” como afirma Judith Bitterli, Diretora de Marketing da AVG Technologies.

“As empresas de tecnologia muitas vezes focam nos jovens, mais ávidos por novidades constantes, mas se esquecem que a população está envelhecendo e que precisamos orientar e focar nossas soluções também para um uso eficiente e seguro para o público maduro. Nesse sentido, temos estabelecidos diversas parcerias e pesquisas para adequar nossos produtos à esse público com mais de 50 anos”, explica Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG Brasil.

Os números da pesquisa:

 

USO DE DISPOSITIVOS

  • Dentre os dispositivos digitais, o mais comprado/usado é o celular, utilizado por 86% dos entrevistados, seguido por smartphones com 78%, Desktops ou PCs com 78%, laptops com 77%, cameras com 74%, tablets com 60%, eBooks com 18% e, finalmente, dispositivos wearables com 05%. Em todos os dispositivos, o uso no Brasil supera o uso em outros países.
  • 98% dos respondentes usam aplicativos em seus dispositivos. Os mais predominantes são os de comunicação com 79%, apps sociais (73%), apps de bancos/financeiros (71%), aplicativos de compras (61%), apps de notícias (59%), aplicativos de viagens (59%), entretenimento (50%) e aplicativos ligados à saúde e exercícios físicos (26%). Em todos os casos, o número de usuários do Brasil é o maior entre os países pesquisados.

 

MÍDIAS SOCIAIS

  • 76% são usuários do Facebook, 52% usam o Google+, 52% usam o LinkedIn, 25% o Twitter, 24% possuem Instagram, 4% o Flickr. Em todos os casos, o número de usuários do Brasil é o maior entre os países pesquisados e apenas 9% dos respondentes não possuem nenhuma rede social (menor índice entre todos os países).
  • Apenas 9% dos respondentes não usam algum tipo de serviço de comunicação.
  •  Os serviços de Comunicação mais utilizados são o Skype e WhatsApp, com 76%.
  • 25% usam o Facetime (maior número entre todos os países).

 

ATITUDES EM RELAÇÃO À TECNOLOGIAinternet-idosos

  • 95% da amostra concordam com a afirmação “A Tecnologia está melhorando minha habilidade de me comunicar com amigos e familiares“.
  • 80% concordam com a afirmação “A tecnologia melhorou minha capacidade de me entreter“ (maior número entre todos os países).
  • 43% concordam com a afirmação “A tecnologia melhorou minha capacidade de me manter em forma e saudável“.
  • 87% concordam com a afirmação “A tecnologia melhorou minha capacidade de comprar on-line“ (maior número entre todos os países)
  • 85% concordam com a afirmação “A Tecnologia ampliou minha capacidade de lidar com transações bancárias”.
  • 97% concordam com a afirmação “A Tecnologia melhorou minha habilidade de encontrar informações“ (maior número entre todos os países).
  • 88% concordam com a afirmação “A Tecnologia melhorou minha habilidade de planejar viagens” (maior número entre todos os países).
  • 70% concordam com a afirmação “A Tecnologia melhorou minha habilidade de compartilhar minha vida com outras pessoas por meio de fotos, vídeos, etc” (maior número entre todos os países)
  • 41% dos entrevistados acham fácil acompanhar/usar as tecnologias mais recentes. Para 5% isso é muito difícil ou impossível.

 

“COMO A TECNOLOGIA ME FAZ SENTIR?” – Uma pergunta que foi feita

  • Em contato com outras pessoas – 81% (maior número entre todos os países).
  • Em contato com as novidades – 70% (maior número entre todos os países).
  • Feliz – 47% (maior número entre todos os países).
  • Seguro – 32% (maior número entre todos os países).
  • Jovem – 31%
  • Vulnerável – 19% (maior número entre todos os países).
  • Preocupado – 12%(maior número entre todos os países)

 

COMO É A RELAÇÃO COM OS NETOS? ( Dos que responderam, 51% possuem netos)

  • 43% conversam com eles utilizando apps de comunicação como o Whatsapp!
  • 42% via Skype ou outro tipo de videoconferência
  • 42% se comunica com eles por email.
  • 32% via mensagem de texto
  • 17% via programas de bate-papo para laptop/PC

 

Mais números em relação à comunicação com os netos:

  • 65% concordam com a afirmação “Graças à Tecnologia, eu converso mais com meus netos do que o fazia com meus avós”.
  • Além disso, 27% dos entrevistados gasta mais tempo se comunicando com seus netos online (Skype, mensagens, whatsapp) do que offline.
  • 25% já compraram um aplicativo (para smartphone ou tablet) de presente para seus netos.
  • 46% já jogou com seus netos em um dispositivo como smartphone ou tablet.

 

QUAIS CONSELHOS DE TECNOLOGIA DÃO AOS NETOS?

  • Não visitar sites perigosos – 65%
  • Contar aos pais e avós qualquer problema que ocorrer online – 64%
  • Não falar com estranhos – 63% (maior número dentre todos os países pesquisados).
  • Não compartilhar muita informação online – 62%
  • Lembrar que tudo que é postado permanence online para sempre – 44%
  • Não gastar muito tempo online – 56%
  • Ser gentil ao postar comentários e conversar com pessoas online – 47% (maior número dentre todos os países pesquisados).
  • 12% não dão a eles qualquer tipo de conselho.

Escrito por: Equipe Terceira Idade