Dores e alegrias da invisibilidade

A coluna de Leandro Karnal de hoje no Estadão, 04 de setembro, descreve em seu estilo próprio o processo de envelhecimento. Nós, que já conseguimos perceber a nossa finitude, entendemos o processo bem além das palavras, mas ao olhar para o espelho, para as fotos, na busca incessante pelos óculos e também através da busca pelo que é verdadeiro, pelo que é sincero, pelo que é profundo.

Leia Mais