Já se imaginou subindo o Pico das Agulhas Negras, tenho certeza que terá uma experiência única, alguns chamam de caminhada, já outros preferem a expressão “escalaminhada”, pois na realidade é uma mistura de caminhada com escalada, um prazer único, reúne emoção, aventura, vegetação e geografia indescritível, única no Brasil e talvez uma das mais belas do mundo.
A sensação é fantástica, em meio a natureza, sentindo o ar puro da montanha e num grupo de pessoas com idades variadas que compartilham os mesmos ideais que você, ao atingir o topo da montanha sentimos superação, percebemos que podemos atingir nossos objetivos, basta para isso vontade, perseverança e determinação!

O Trekking ou Enduro a pé de regularidade é um esporte constituído de provas onde se devem percorrer trilhas preestabelecidas em planilhas que fornecem informações como figuras representativas sobre o caminho, direções para navegação por bússola, velocidade de caminhada e comprimento dos trechos do percurso. Os desenhos ajudam a identificar o percurso a ser seguido. Esses desenhos podem representar árvores caídas, cercas, rios, mata-burros, porteiras, construções, etc. A velocidade média em cada trecho geralmente é fornecida em metros por minuto e o comprimento de cada trecho em metros.

As equipes comumente utilizam equipamentos como bússola, calculadora, Palm top, equipamentos digitais ou analógicos para contabilizar passos durante a prova e também notebooks. Geralmente proíbe-se o uso de equipamentos capazes de medir distâncias: canetas laser, ultra-som, trenas, réguas, GPS, entre outros. Também se proíbe o uso de aparelhos ou recursos de comunicação como telefones celulares, rádio, internet, dentre outros.

Para a verificação da regularidade utiliza-se Postos de Controle – também conhecidos como PCs – posicionados aleatoriamente ao longo do percurso. Os postos de controle podem operar de uma das seguintes formas:

  • equipamentos electrónicos de registo o quais se conecta um pequeno dispositivo que identifica a equipe (também conhecido como chip) e que permite armazenar informações sobre o desempenho durante a prova. Geralmente o chip é um Pendrive, isto é, uma Memória_Flash que se pode conectar a uma interface USB.
  • receptores de GPS capazes de registar o horário de passagem de cada equipe em determinados pontos do percurso.
  • organizadores da prova que registam o horário de passagem da equipe. Actualmente em desuso devido ao fato de os recursos electrónicos permitirem maior imparcialidade no registo e apuração das provas.

Os PCs podem ser dos seguintes tipos:

  • tempo: registam o horário de passagem da equipe.
  • virtual: a equipe deve informar a distância entre uma determinada referência do percurso e o ponto onde se encontra este PC.
  • roteiro: verifica se a equipe cumpriu precisamente o trajecto especificado na planilha
  • erro: penaliza a equipe que descumprir o percurso informado na planilha